Monday, May 09, 2011

Carta aos Bispos da Igreja Católica

Há dias fiquei olhando para esta carta ATORDOADO. E, as palavras do Padre na Missa de ontem deram o soco final. Levaram-me a algumas conclusões/pensamentos:
1) Do ponto de vista social a Igreja novamente se mostra como uma força anti-democrática;
2) O juízo sobre a homossexualidade é moral. A Igreja aceita a pessoa homossexual. O importante, contudo é que quem se comporta de "modo homossexual", "age imoralmente". Ponto. Isso é tudo o que a Igreja consegue dizer. Em suma, se a pessoa passar sem sexo, ok, será tolerada. Casto tudo bem.
3) Na verdade, a Igreja não gosta de sexo algum. Demorou anos para admitir que heterossexuais podiam transar só por prazer.
4) Então, quem é católico pode se conformar e lamentar porque a Igreja perdeu completamente a capacidade de falar aos homossexuais.
5) AFINAL, QUEM VAI QUERER CONVERSAR COM UMA INSTITUIÇÃO QUE NOS TRATA COMO PORTADORES DE UMA DESORDEM MORAL, UM DEFEITO, UMA FALHA?
6) De uns tempos pra cá, entendi que a religião que passei a amar não era "propriedade" do papa e mantinha minha fé!

Mas hoje fico só com a fé.